Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Igreja Católica já está preparada para um papa negro, diz jornal



France Presse, em Roma

A Igreja Católica, à imagem dos Estados Unidos que elegeram um presidente negro, está, preparada atualmente para um papa negro, estima o chefe da conferência episcopal americana Wilton Daniel Gregory, ele mesmo um afro-americano, ouvido nesta quinta-feira pelo jornal italiano "La Stampa".

A eleição de Barack Obama "representa um grande passo para a humanidade, um sinal de que nos Estados Unidos a questão da raça e o problema da discriminação foram ultrapassados", alegrou-se Monsenhor Gregory, o primeiro negro a dirigir a Igreja americana.

"A Igreja, em si, também, já deu passos impressionantes", acrescentou o prelado, destacando o caráter mais e mais "internacional e cosmopolita" da cúria, que governa a Igreja no Vaticano.

Eleger um papa negro e principalmente africano "é certamente possível. Graças à sabedoria dos cardinais, isso poderia acontecer no próximo conclave", após a morte de Bento 16, estima Monsenhor Gregory.

Wilton Daniel Gregory, 60, de Chicago, foi eleito em 2001 presidente da conferência episcopal americana.

Fonte: Folha online

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia