Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

GRIPE SUÍNA: México lança pacote de estímulo contra perdas causadas pela gripe



 Folha Online

O governo mexicano anunciou nesta terça-feira a adoção de um pacote de estímulo econômico para fazer frente às perdas econômicas causadas pelo surto de gripe suína, denominada oficialmente gripe A (H1N1).

Segundo o secretário de Fazenda do México, Agustín Carstens, o plano inicialmente contará com 17,4 bilhões de pesos mexicanos (US$ 1,31 bilhão), mas que pode subir a 18,8 bilhões de pesos mexicanos (US$ 1,42 bilhão) caso os governos estaduais apoiem o plano com 400 milhões de pesos (US$ 30 milhões).

Além disso, o México irá entrar com uma queixa na OMC (Organização Mundial do Comércio) contra oito países que restringiram a importação de carne suína mexicana, mesmo depois da OMS (Organização Mundial de Saúde) dizer que não é possível haver o contágio através do consumo do produto.

Carstens informou ainda que espera um impacto econômico entre 0,3 e 0,5 pontos percentuais do PIB (Produto Interno Bruto) devido à gripe suína em 2009, com impacto principalmente no segundo trimestre, seguido de uma rápida recuperação.

Caso haja o impacto de 0,5 ponto percentual no PIB, a Fazenda mexicana deverá ter uma queda na arrecadação de aproximadamente US$ 10 bilhões, mas Carstens informou que se trata de uma "perda transitória".

Entre as medidas anunciadas hoje se incluem um desconto de 20% nas cotas do IMSS (o INSS mexicano) em maio e junho, até um limite de 35 mil pesos, para apoiar principalmente as pequenas e médias empresas. Segundo Carstens, 95% das empresas do país serão beneficiadas com a medida.

O governo ainda fez uma renúncia fiscal de 2 bilhões de pesos (US$ 150 milhões) ao permitir que o Imposto de Renda pago pelas empresas em excesso sejam descontados no IETU (imposto empresarial mexicano), ao invés de fazer apenas na declaração anual, e prometeu ajuda específica aos setores de hotelaria, alimentação e lazer com ajuda dos Estados, uma vez que os impostos destes setores são estaduais. Companhias aéreas e de cruzeiros marítimos ainda receberão desconto de 50% nas taxas aéreas e marítimas.

Para que os Estados ajudem no pacote, o governo mexicano ainda disse que compensará 25% das renúncias fiscais que fizerem nos próximos três meses.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe