Porto Velho (RO) domingo, 18 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Governador defende construção ferrovia até Cruzeiro do Sul



Um passo importante foi dado na manhã de ontem, terça-feira, 26, na integração entre Brasil e Peru. O governador de Ucayali, Jorge Velásquez, apresentou ao BNDES as potencialidades econômicas do Estado para garantir financiamento para a construção da ferrovia que ligará os dois países. Apenas 140 quilômetros separam Cruzeiro do Sul de Pucallpa, no Peru, e com mais 800 quilômetros a ferrovia chega ao Departamento de Ancasch e ao Porto de Timbó, um dos mais importantes do Peru.

A comitiva peruana se reuniu no gabinete do governador Tião Viana com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Viana se comprometeu a mediar outras reuniões, caso o banco avance no estudo da proposta, agregando ministros brasileiros e os cônsules do Brasil e do Peru. O Acre também tem grande interesse na construção da ferrovia para manter, além da integração social, cultural e do fluxo turístico, uma agenda econômica ativa, com a exportação e importação de produtos.

Apesar de os presidentes Lula e Alan García terem assinado o compromisso de construir uma estrada para ligar as duas regiões, é a ferrovia que interessa aos governadores do Acre e de Ucayali, por questões ambientais. O dano causado a Serra do Divisor, uma ponta da cadeia andina, será bem menor e o objetivo, que é principalmente o transporte de cargas, é atingido com mais eficiência através da ferrovia.

“É fundamental observamos os interesses das comunidades indígenas e as questões ambientais. Temos 8,7 milhões de hectares de reservas florestais e muitas potencialidades econômicas a serem exploradas. Temos uma localização estratégica - ao lado de Huanuco, maior produtor de batatas do país, e de Ancash, região produtora de minério e dona do porto de Timbó.

Temos meios de recuperar rapidamente os investimentos. São apenas 140 quilômetros de ferrovia entre Pucallpa e Cruzeiro do Sul. É uma distância menor que de Rio Branco a Xapuri”, argumentou o governador de Ucayali.

Acre e Ucayali estão discutindo também outras questões relacionadas à integração. A visita da comitiva peruana é o desdobramento da visita feita por Tião Viana, membros do governo e deputados estaduais a Pucallpa, há menos de 30 dias. Os voos interfronteiriços e o intercâmbio de estudantes universitários também estiveram na pauta da reunião.

“A gente vê com entusiasmo o banco apoiar esse estudo da viabilidade da ferrovia e vamos incentivar para que isso aconteça. Esta foi uma primeira reunião, mas é preciso desenvolver a conversa até chegar a um ponto que seja interessante para ambos os lados”, disse Marcelo Fernandes, do BNDES.

Existe uma rodovia que sai do Rio de Janeiro, passa por Brasília, Mato Grosso e agora será estendida até Vilhena, em Rondônia. É interesse do Acre trazer a estrada ferroviária até Cruzeiro do Sul, passando por Rio Branco, e, de Ucayali, construir a ferrovia de Pucallpa ao Acre.


Fonte: Agência de Notícias do Acre / Tatiana Campos
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

Segundo um estudo feito por 800 cientistas do Imperial College em Londres (1) sobre o desenvolvimento da altura das pessoas adultas nos últimos 100

Dia Mundial do Rock é comemorado neste sábado

Dia Mundial do Rock é comemorado neste sábado

Um senhor de mais de 60 anos, vibrante, contestador, revolucionário e que provoca as mais diversas sensações e reações em quem tem contato com ele ou

Morre Lee Iacocca, o pai do Mustang

Morre Lee Iacocca, o pai do Mustang

Morreu em 2 de julho, aos 94 anos, Lido Anthony "Lee" Iacocca, um dos mais famosos executivos da indústria automobilística. Era filho de imigrantes it

Porto Velho: Inscrições para vagas na escola de música Som na Leste encerram nesta quarta, dia 03

Porto Velho: Inscrições para vagas na escola de música Som na Leste encerram nesta quarta, dia 03

A Escola Municipal de Música Som na Leste divulgou edital para matrícula de novos alunos para o preenchimento de vagas para os cursos no segundo semes