Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

gillettePRESS - Zelaya enrolou até Lula e líderes mundiais



O Governo Brasileiro (e, doutros países), e a maioria dos líderes mundiais estão incorrendo num grave erro de avaliação do caso de Honduras. Se analisarem com racionalidade os antecedentes desse caso, verificarão que o presidente Zelaya foi quem, por orientação de Hugo Chávez (da Venezuela), desconsiderou a posição democrática do Congresso hondurenho, assim como, virou as costas para a decisão clara em defesa da Constituição daquele país, por parte da Suprema Corte hondurenha. Daí, concluir-se que se trata de um presidente golpista – ele, Zelaya, amigo do presidente brasileiro. 
- A tentativa de golpe de Zelaya, que queria modificar a constituição para tornar-se presidente perpétuo não funcionou. E,... foi derrubado.
 
Daí, eu pergunto:
 
- Quem é golpista? Os militares que defenderam a Constituição? Ou presidente que tentou perpetuar-se no Poder?
 
Cá com meus botões
 
“Do rio que tudo arrasta se diz violento, mas ninguém diz violentas
as margens que o comprimem”. - (Bertold Brecht)
 
Fonte: Antônio Roque Ferreira

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia