Porto Velho (RO) domingo, 22 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Gás da Bolívia ficará 5% mais caro a partir do dia 1º


Ramona Ordoñez - Agência O Globo RIO - O gás natural importado da Bolívia pela Petrobras deverá ficar 5% mais caro a partir de 1º de outubro. A revisão do preço está prevista no contrato de compra e venda assinado pelas duas partes, que prevê reajustes trimestrais com base na cotação de uma cesta de óleos combustíveis no mercado internacional. De acordo com o diretor da Área de Gás e Energia da empresa, Ildo Sauer, o percentual ainda não está fechado e poderá variar em função de alguma alteração do mercado até o fim deste mês. A Bolívia pede ainda um reajuste extracontratual no preço do gás, que vem sendo discutido pelo governo de ambos os países, assim como por suas estatais. Nesta sexta-feira, o ministro de Minas e Energia do Brasil, Silas Rondeau, e o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, irão à La Paz para mais uma rodada de negociações. A Petrobras insiste que não vê motivos para novos aumentos de preço, além daqueles já previstos. A disputa começou assim que a Bolívia promoveu, por meio de decreto, a nacionalização das reservas de gás natural do país, em 1º de maio. Na ocasião, o governo de Evo Morales também anunciou a tomada dos ativos da Petrobras no país. A empresa brasileira, então, suspendeu todos os novos projetos previstos para a região. Nesta segunda-feira, no entanto, o ministro Silas Rondeau, acenou com a possibilidade de retomada dos investimentos. Ildo Sauer participa da Rio Oil & Gas, a maior feira do setor na América Latina. O presidente da Petrobras América, Renato Bertani, que também participou do evento, afirmou que a empresa pode ter reservas de até 1,5 bilhão de barris em três campos de águas profundas do Golfo do México.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

A variante Delta do novo coronavírus é "altamente preocupante", à medida que a mutação tem se espalhado para quase 20 países nas Américas, disseram