Porto Velho (RO) sábado, 4 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

G8 discute crises na Península Coreana e na Síria


Renata Giraldi*
Agência Brasil


Brasília – As crises que atingem a Síria, há dois anos, e a Península Coreana, desde que a Coreia do Norte ameaçou deflagrar uma guerra nuclear, são os principais temas de dois dias de discussões dos ministros das Relações Exteriores dos países mais industrializados do mundo, o chamado G8 (Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Canadá e Rússia), em Londres. As reuniões começam hoje (10).
O ministro dos Negócios Estrangeiros (Relações Exteriores) do Reino Unido, William Hague, é o anfitrião do encontro. Confirmaram presença o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e a representante da União Europeia (UE) para a Política Externa, Catherine Ashton.

Hague disse que além dos conflitos em vários países, também serão debatidas questões de cibersegurança e de prevenção à violência sexual em áreas de guerra. Segundo ele, a questão da Síria será discutida em reunião separada com representantes da oposição do país.

Participarão das discussões o primeiro-ministro do governo provisório formado pela oposição síria, Ghassan Hitto e dois integrantes do Conselho Nacional Sírio, George Sabra e Soheir Atassi. Hague disse que o Reino Unido e a França defendem a manutenção do embargo à compra de armadas da Síria fixado pela União Europeia.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia