Porto Velho (RO) sábado, 4 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

FMI elogia desenvolvimento dos países emergentes, mas recomenda rigor no controle de gastos


Renata Giraldi
Agência Brasil


Brasília – A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, elogiou hoje (21) os progressos registrados nos países emergentes na última década. Ela alertou que, apesar da evolução, esses países estão ameaçados pelos impactos da crise econômica internacional. De acordo com Lagarde, é preciso que os líderes dos países em desenvolvimento mantenham a determinação do rigor no orçamento para evitar os efeitos da crise.

“Durante a última década, temos assistido a uma transformação notável nos países de baixa renda”, disse Lagarde. “O forte crescimento econômico tirou milhões de pessoas da pobreza absoluta. Os países de baixa renda também estão lidando bem com os impactos da crise econômica internacional”, acrescentou.

A diretora lembrou, porém, que há uma previsão de que cerca de 44 milhões de pessoas no mundo podem ser incluídas na faixa da pobreza extrema em decorrência da alta dos preços dos alimentos e também do risco de fome na região do Chifre da África. “Mais uma vez, os países de baixa renda se encontram em momento crítico”.

A diretora-gerente do FMI destacou que os líderes mundiais devem se empenhar no fortalecimento das políticas sociais. Em seguida, segundo Lagarde, é importante implementar uma mudança estrutural. De acordo com ela, as economias não podem ficar na dependência de alguns produtos e parceiros comerciais, é necessário “diversificar”.

Christine Lagarde recomendou a redução das taxas de juros sobre os empréstimos relativos às concessões para percentuais próximos de zero. Também sugeriu que os líderes busquem cada vez mais intensificar as parcerias econômicas e comerciais.

“Todos nós devemos fazer a nossa parte. Se fizermos isso, acredito que os países de baixa renda serão capazes de resistir a esta nova etapa da crise e vamos ser capazes de ajudar a gerar ganhos duradouros para as pessoas mais pobres e vulneráveis do mundo”, disse.

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia