Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Falta de energia irrita moradores da Estrada da Penal



Moradores ao longo da Estrada da Penal prometem novo protesto nos próximos dias se a Ceron ( Eletrobrás) não resolver os problemas de energia. Na segunda feira eles protestaram fechando a estrada que dá acesso ao complexo penitenciário para cobrar o prometido asfaltamento.
 

Mas além da poeira e do trânsito intenso que coloca os moradores em risco, há os constantes apagões. Denilson Mariano, morador de um sítio após o Cujubim, disse que na sexta feira a energia foi embora e só retornou na segunda a noite, e que é comum a falta de energia, especialmente nos finais de semana.
 

É raro um dia que não falte energia por horas na estrada da penal, atesta José Ferreira, o “Ceará”, que tem um bar na margem da rodovia, próximo a ponte da vala.
 

Robério Antônio vende gelo para pessoas que vão pescar ou acampar na região, mas seu frezer parece uma piscina. “Descongelou tudo”, protesta o senhor de 76 anos que não tem outra fonte de renda.
 

A maior reclamação é quanto a demora no atendimento. Os moradores ligam para a Ceron e a empresa nunca toma as providencias de imediato. Já liguei mais de 20 vezes em um dia, mas eles só vieram 48 horas depois, reclama Maria Monica, moradora de uma agrovila no final da estrada. “Quando é uma árvore que cai sobre a rede de energia, agente até entende a demora, mas só para religar uma “canela” (dispositivo de segurança) não justifica tanta demora”.

Fonte: Alexandre Badra

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia