Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Exxon tem o maior lucro já alcançado por uma empresa na história dos EUA


Agência O Globo NOVA YORK - A Exxon Mobil Corp anunciou nesta quinta-feira que alcançou o maior lucro anual de uma empresa na história dos Estados Unidos em 2006. A empresa registrou ganhos de US$ 39,5 bilhões, acima do recorde anterior de US$ 36,1 bilhões em 2005. A empresa, no entanto, teve uma ligeira queda no lucro líquido do quarto trimestre, que ficou em 10,25 bilhões, (ou US$ 1,76 por ação) contra US$ 10,71 bilhões no mesmo período do ano anterior. Analistas esperavam que a companhia tivesse um luco de US$ 1,51 por ação. Os ganhos com as atividades de exploração e produção ficaram em US$ 6,22 bilhões no trimestre, com queda de US$ 818 milhões frente ao ano anterior. Esta redução é atribuída à queda dos preços do gás natural e dos volumes vendidos, em função da demanda menor na europa ditada por uma temperatura mais amena. Além disso, os preços do petróleo no mercado internacional recuaram de níveis recordes registrados em julho, embora ainda sejam considerados robustos, em torno de US$ 60 o barril. Desde o fim de 2006, as ações da Exxon já subiram 10,4%.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Autoridades na Grécia fecham único centro de COVID-19 para refugiados

Autoridades na Grécia fecham único centro de COVID-19 para refugiados

Um centro da organização internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) montado na ilha grega de Lesbos para tratar em isolamento pessoas com COVID-19 foi

Portugueses Apostaram cerca de 1 Bilhão de Euros em Cassinos Online no 1º trimestre de 2020

Portugueses Apostaram cerca de 1 Bilhão de Euros em Cassinos Online no 1º trimestre de 2020

Os portugueses chegaram a marca de 1 bilhão de euros em apostas em cassinos online nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2020, segundo informaç

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd