Porto Velho (RO) sábado, 28 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Exército do México mata nove integrantes do cartel Los Zetas


Renata Giraldi*
Agência Brasil


Brasília – O Exército do México matou ontem (16) nove integrantes do cartel Los Zetas, que atua no tráfico de drogas, armas e pessoas no país. Os embates ocorreram em Valecillos, no estado de Nuevo León, no Norte. O governo do presidente Felipe Calderón intensificou o combate aos cartéis na região. Dez carteis atuam no país.

De acordo com as autoridades, 21 integrantes do Los Zetas foram mortos nos últimos três dias. No dia 14, as autoridades prenderam o narcotraficante Marco Garza, conhecido como El Chabelo, chefe do cartel em quatro municípios de Nuevo León.

Desde a prisão de El Chabelo, a região foi cercada pelas forças do Exército, da Marinha e da Polícia Federal, depois de as autoridades terem identificado e localizado uma área que se destinava ao treino do cartel.

Segundo as autoridades mexicanas, os principais cartéis em atuação são Los Zetas, Sinaloa, El Golfo e La Família. Porém, existem outros seis considerados de médio porte. Muitos embates ocorrem entre os integrantes desses grupos, em disputa por espaços no país.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa//Edição: Graça Adjuto

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia