Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Exército boliviano ocupa empresa de petróleo invadida


Agência O GloboRIO - O Exército da Bolívia ocupou uma empresa de petróleo - subsidiária da Shell - que tinha sido invadida por manifestantes, no departamento de Santa Cruz. O governo boliviano mandou quatro ministros à região para negociar com os manifestantes.Estradas de acesso à Argentina estão bloqueadas há oito dias. Mais de 100 caminhões com combustível não têm como passar. O protesto foi na cidade de Camiri, a 300 quilômetros de Santa Cruz de La Sierra.O fim de semana foi violento. Manifestantes invadiram a empresa multinacional, que produz gasolina e diesel. As válvulas por onde passa o combustível foram fechadas.Oitenta soldados do Exército boliviano foram chamados para expulsar os invasores. Houve muita confusão e tiros. Foram seis confrontos em dois dias. Um cinegrafista da TV boliviana foi atingido na barriga pelos disparos.Os manifestantes exigem que o presidente Evo Morales coloque em prática, efetivamente, a lei de nacionalização do gás e do petróleo, assinada em maio do ano passado. Os bolivianos reivindicam a retomada de 14 campos de petróleo que estão sendo administrados por empresas estrangeiras.Em Santa Cruz de La Sierra e no departamento de Cochabamba eles querem as refinarias da Petrobras, por serem estratégicas para o abastecimento interno.A Petrobras produz na Bolívia cerca de 20 mil barris de petróleo e mais de 15 milhões de metros cúbicos de gás por dia. Para suspender os protestos o governo boliviano anunciou que está negociando a compra das refinarias brasileiras e que espera uma resposta da Petrobras até março.A Petrobras informou que as negociações com a Bolívia estão em andamento, mas que não há uma data limite para o fim do processo.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Turquia dobra tarifas sobre alguns produtos dos EUA; lira se recupera

Turquia dobra tarifas sobre alguns produtos dos EUA; lira se recupera

Um decreto assinado pelo presidente Tayyip Erdogan dobrou as tarifas turcas de carros de passageiros para 120¨%, de bebidas alcoólicas para 140% e de

Imigrantes italianos. Quando os refugiados eram eles -  Por: Equipe Oásis

Imigrantes italianos. Quando os refugiados eram eles - Por: Equipe Oásis

A partir de 1861, cerca de 30 milhões de italianos emigraram em busca da sorte no estrangeiro. Deles, boa parte veio para o Brasil.

Chefe do Pentágono cobra do Brasil maior distanciamento da China

Chefe do Pentágono cobra do Brasil maior distanciamento da China

Com o Brasil reconvertido em quintal dos Estados Unidos, após o golpe de 2016, que entregou riquezas como o pré-sal às petroleiras internacionais e a

Juristas internacionais denunciam irregularidades no julgamento de Lula

Juristas internacionais denunciam irregularidades no julgamento de Lula

Em carta enviada de Paris ao Supremo Tribunal Federal, dez juristas e advogados europeus e latino-americanos denunciaram nesta quinta-feira ilegalidad