Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Estudantes pedem que Lula medie ida de comissão da OEA à Venezuela


  
Alex Rodrigues 
Agência Brasil
 

Brasília - Três estudantes universitários venezuelanos entregaram hoje (5) ao embaixador brasileiro em Caracas, Antonio Simões, um pedido para que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva medie um convite para que a Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) visite o país a fim de avaliar o que classificam como um “desrespeito humanitário”.

O Ministério das Relações Exteriores negou que os jovens tenham ocupado a sede diplomática. Por meio de sua assessoria, o Itamaraty disse que os estudantes chegaram à embaixada esta manhã e aguardaram por cerca de oito horas até que o embaixador pudesse recebê-los. Ainda segundo a assessoria, eles teriam deixado o local logo após o embaixador se comprometer a entregar o pedido ao presidente Lula.

De acordo com sites venezuelanos, Luis Magallanes e Tomás Dangel, da Universidade de Carabobo, e Benicío Tosar, da Universidade José Antonio Páez, esperam que representantes dos países que integram a OEA se pronunciem a respeito “da violação aos direitos humanos e da ameaça à liberdade de imprensa” na Venezuela, a exemplo do que ocorreu em Honduras após o golpe de Estado que destituiu do poder o presidente constitucional Manuel Zelaya e que hoje completou 100 dias.

A assessoria do Itamaraty disse ainda não ter detalhes sobre o teor do documento entregue pelos estudantes e nem quando será entregue ao presidente Lula.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia