Porto Velho (RO) sábado, 25 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Equador diz que 'governos submissos ao pagamento da dívida externa acabaram'


Agência O GloboQUITO - O presidente do Equador, Rafael Correa, afirmou, neste sábado, que "os "governos submissos ao pagamento da dívida externa acabaram" e garantiu que sua administração dará prioridade ao pagamento da dívida social.- Não podemos anunciar a estratégia de negociação (da dívida), mas estamos mandando sinais muito claros de que acabaram os governos submissos, entreguistas, que pagavam dívidas antecipadamente - disse o chefe de Estado em entrevista divulgada por várias cadeias de rádio.Correa, do movimento político esquerdista Aliança País, acrescentou que outros governos equatorianos se preocupavam com o "risco-país dos especuladores financeiros, que não passa de chantagem".Segundo ele, seu governo se preocupa "com o verdadeiro risco-país", que, para o governante, são a insegurança, a emigração em busca de melhores condições de vida, o desemprego e a pobreza, entre outros.- A submissão acabou. Se tivermos um problema fiscal, nossa variável de ajuste não serão os salários, a educação ou a saúde, será o serviço da dívida - acrescentou Correa, que assumiu o cargo em 15 de janeiro.A dívida externa do Equador supera os US$ 10 bilhões.A missão que renegociou a dívida da Argentina está desde sexta-feira no Equador para compartilhar suas experiências.Rafael Correa, um economista de 43 anos, assegurou que, em seu Governo, lançará um processo de renegociação de seus passivos internacionais e advertiu que não reconhecerá a dívida que considerar ilegítima.

Mais Sobre Mundo - Internacional

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

Segundo um estudo feito por 800 cientistas do Imperial College em Londres (1) sobre o desenvolvimento da altura das pessoas adultas nos últimos 100