Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Encerrada votação de eleições presidenciais no Peru



Débora Zampier*
Agência Brasil


Brasília – Terminou às 16h de hoje (5), no horário de Lima, 18h no de Brasília, o segundo turno da eleição para presidente do Peru. Disputaram os votos de 20 milhões de eleitores Ollanta Humala, 48 anos, militar da reserva, e Keiko Fujimori, 36 anos, filha do ex-presidente Alberto Fujimori. Segundo as últimas pesquisas de intenção de votos, eles aparecem praticamente empatados.

O primeiro resultado parcial será divulgado às 21h de Lima, 23h de Brasília. Como o sistema de voto não é eletrônico no país – a primeira experiencia foi testada no distrito de Pacarán neste domingo – a apuração deve entrar a noite.

Keiko Fujimori precisou votar em um local diferente do primeiro turno, uma vez que houve confusão com a imprensa e com o público. Hoje, ela votou em um colégio no bairro de Surco, um pouco afastado do centro de Lima, por questões de segurança. O colégio Polo Jiménez fica dentro da vila da força aérea peruana. Humala também votou em Surco, porém não deu declarações à imprensa.

As eleições no Peru são acompanhadas por 235 observadores internacionais e jornalistas credenciados. O eleitorado do Peru tem uma pequena maioria de mulheres (50,19%). Há 3,8 % de eleitores vivendo no exterior, a maioria nos Estados Unidos da América.

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia