Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Em meio à crise, europeus se reúnem na quarta em busca de soluções comuns


Renata Giraldi*
Agência Brasil


Brasília – O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, disse hoje (24) estar confiante que a União Europeia (UE), em sua reunião na quarta-feira (26), obterá um acordo na busca por soluções para impedir o agravamento da crise econômica internacional. Segundo ele, há uma “compreensão” entre os líderes europeus no esforço de adotar medidas comuns.

No entanto, o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron, advertiu que os países da União Europeia que estão fora da zona do euro podem ficar sem voz, caso não participem dos debates.

“O que ocorre é que os países da zona do euro estão se unindo”, disse. “Mas, com a zona do euro se aproximando, existe o risco de que os países fora do euro acabem por ver os demais a tomar decisões que afetam o mercado único europeu, como é o caso de decisões sobre os serviços financeiros”, acrescentou Cameron.

Na próxima quarta-feira, está confirmada a reunião, com a presença dos representantes dos 27 integrantes da União Europeia, incuindo os 17 da zona do euro, quando serão debatidas também as medidas adotadas para ajudar a Grécia. Mas o tema em destaque é a busca de ações de fortalecimento para a região.

Para Durão Barroso, apesar das divergências, a tendência é a busca pelo consenso. “Pela qualidade da discussão, pela compreensão que notei nos diferentes primeiros-ministros sobre a situação, acredito que esse acordo vai existir”, disse.

De acordo com Cameron, há uma “necessidade de igualdade de condições entre todos os Estados-membros [da UE], incluindo aqueles que não participam no euro”, como o Reino Unido, a Suécia, a Dinamarca e Polônia. Para ele, as medidas de coordenação na zona do euro terão que “respeitar totalmente a integridade da UE como um todo e o seu funcionamento". O primeiro-ministro negou a sensação de frustração em relação às perspectivas.

“Não acho frustrante porque não estou no euro, nem quero que o Reino Unido entre no euro”, disse. “Para que o Reino Unido se recupere, precisamos de uma recuperação também na zona do euro”, acrescentou.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa//Edição: Graça Adjuto

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

Segundo um estudo feito por 800 cientistas do Imperial College em Londres (1) sobre o desenvolvimento da altura das pessoas adultas nos últimos 100

Dia Mundial do Rock é comemorado neste sábado

Dia Mundial do Rock é comemorado neste sábado

Um senhor de mais de 60 anos, vibrante, contestador, revolucionário e que provoca as mais diversas sensações e reações em quem tem contato com ele ou

Morre Lee Iacocca, o pai do Mustang

Morre Lee Iacocca, o pai do Mustang

Morreu em 2 de julho, aos 94 anos, Lido Anthony "Lee" Iacocca, um dos mais famosos executivos da indústria automobilística. Era filho de imigrantes it

Porto Velho: Inscrições para vagas na escola de música Som na Leste encerram nesta quarta, dia 03

Porto Velho: Inscrições para vagas na escola de música Som na Leste encerram nesta quarta, dia 03

A Escola Municipal de Música Som na Leste divulgou edital para matrícula de novos alunos para o preenchimento de vagas para os cursos no segundo semes