Porto Velho (RO) quarta-feira, 1 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Em discurso de posse, Macri diz que vai buscar unir a Argentina



Da Agência Brasil

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, toma posse neste momento. Ele discursa no Congresso. Em seguida, haverá os cumprimentos ao novo presidente na Casa Rosada, sede do governo. Macri sucede Cristina Kirchner, que ocupou a presidência argentina durante oito anos. Macri foi eleito no segundo turno das eleições, em 22 de novembro, com 51,42% dos votos, contra 48,60% de Daniel Scioli, o candidato apoiado pelo governo.

"Quero reiterar mensagem de confiança. Vou trabalhar para que todos vivam melhor", disse. O novo presidente disse que "quer unir todos". "É um desafio, depois de anos de prepotência e enfrentamento inútil. Todos temos que crescer. Quem votou em nós quer três coisas: pobreza zero, derrotar o narcotráfico e união de todos. Vamos universalizar a proteção social para que nenhuma criança fique desprotegida", disse, ressaltando que adotará políticas para geração de emprego.

A presidenta Dilma Roussef acompanha a posse de Macri. A presidenta deve ter um rápido encontro com Macri na Casa Rosada.

Centenas de argentinos concentraram-se à meia-noite em frente à residência de Macri, comemorando antecipadamente a sua posse. Cantando o hino nacional e gritando “sim, podemos”, simpatizantes de Macri seguiram para a Avenida do Libertador, a fim de saudar o novo presidente. A concentração paralisou o trânsito e dezenas de motoristas começaram a buzinar em frente ao edifício onde mora Macri, que apareceu na varanda e acenou diversas vezes, acompanhado pela mulher, Juliana Awada. Buzinas e fogos de artifício foram ouvidos em outros pontos da cidade.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia