Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Eleitores franceses no Brasil esperam mudanças sociais


Carolina Pimentel
Agência Brasil

Brasília – Franceses que vivem em Brasília foram hoje à embaixada para escolher o novo presidente do país em segundo turno. Na capital federal, a votação acontece na embaixada, e no Rio de Janeiro e em São Paulo, nos consulados. Na França, a população irá às urnas amanhã (6).

No Brasil, a votação ocorre um dia antes por causa da diferença de cinco horas em relação à França. Cerca de 15 mil franceses que moram no Brasil se cadastraram para votar. Em Brasília, 842 estão aptos. O maior grupo está em São Paulo, com 5.466 cadastrados. O voto na França não é obrigatório. Para votar, os eleitores precisam apresentar apenas a identidade francesa.

A gerente de projetos Laure Schalchli é uma das eleitoras registradas e fez sua escolha no fim da manhã. Ela espera que o novo presidente dê atenção às questões sociais do país. “De minha parte, não espero muita mudança econômica, espero melhorias sociais”, disse a gerente, que vive há 11 anos no Brasil.

A expectativa do conselheiro educacional Andre Bulot é que haja mudanças nos rumos da economia. “Uma mudança radical. Espero mudanças econômicas e sociais”, disse.

As eleições presidenciais são disputadas pelo atual presidente da França, Nicolas Sarkozy, que tenta a reeleição, e o socialista François Hollande.

No primeiro turno, no último dia 22, apenas 28,3% dos eleitores franceses cadastrados no Brasil votaram, um total de 4.217 pessoas.

Segundo o conselheiro da embaixada francesa, Stéphane Schorderet, a participação no segundo turno, em geral, é superior à do primeiro turno, principalmente porque a disputa agora é somente entre dois candidatos.

O pleito polarizou os eleitores entre os conservadores, que tendem a votar em Sarkozy, e os mais liberais, que deverão apoiar Hollande. No primeiro turno, o socialista saiu na frente com 28,6%, enquanto Sarkozy obteve 27,06% dos votos.

Os candidatos concentraram os debates em temas como o risco de desemprego, uma das consequências da crise econômica mundial, o aumento do rigor no tratamento dispensado aos imigrantes, principalmente os muçulmanos, e um plano de contenção de gastos para a França.

A apuração dos votos deve começar por volta das 20h de Paris (15h de Brasília). Os resultados serão publicados na página da embaixada da França na internet, no endereço http://www.ambafrance-br.org/-Embaixada-da-Franca-no-Brasil.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe