Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Dilma chega hoje a Nova York para tour de seis dias


A presidente Dilma Rousseff chega neste domingo (18) a Nova York, onde ficará por seis dias. Dilma será a primeira mulher a abrir uma Assembleia-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas). Hoje, a presidente não tem compromissos oficiais agendados. Mas, a partir de amanhã, terá uma agenda intensa que inclui encontros bilaterais, discussões e o recebimento de um prêmio, além do discurso para mais de 190 líderes mundiais.

A viagem da presidente será a primeira do seu mandato aos Estados Unidos e já estava prevista desde a visita do presidente Barack Obama ao Brasil, em março deste ano. 

Em Nova York, Dilma terá encontros bilaterais com Obama e com os presidentes do México, Felipe Calderón, da França, Nicolas Sarkozy, e com o primeiro-ministro britânico, James Cameron, previstos para terça-feira.

Um dia antes, ela particpa pela manhã de reunião na ONU sobre Doenças Crônicas Não-Transmissíveis. E, à tarde, de encontro que discute políticas para as mulheres.

Na quarta-feira , a presidente abrirá a 66ª Assembleia-Geral da ONU com discurso para líderes de mais de 190 países. Antes de falar, ela se encontrará com o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon. Dilma será a primeira mulher a abrir a Assembleia da ONU, uma vez que sempre coube ao Brasil fazer a abertura.

As assembleias gerais da ONU acontecem desde 1945, quando a organização foi criada e a primeira sessão especial foi aberta em 1947 por um diplomata brasileiro.

Fonte: Portal R7


 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia