Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Diário Oficial da Argentina publica a expropriação da YPF


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília - O governo da Argentina publicou hoje (7) no Diário Oficial a decisão de expropriar a petrolífera YPF, administrada pela espanhola Repsol. Pelo texto, 51% das ações da petrolífera ficarão sob responsabilidade estatal em defesa do interesse público e autossuficiência do setor de petróleo. A medida tem 19 artigos.

O texto se refere à preservação no setor do petróleo no que diz respeito à prospecção, exploração, industrialização, transporte e comercialização de hidrocarbonetos. O texto informa ainda que a medida tem o objetivo de garantir o desenvolvimento econômico com equidade social, assegurando a criação de empregos e o aumento da competitividade com desenvolvimento na Argentina.

Além disso, o responsável pela Comissão Nacional de Valores, Alejandro Vanolli, convocou para hoje uma reunião do conselho para implementar as definições da lei, publicada hoje no Diário Oficial.

A expropriação da YPF foi definida pela presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, no último dia 16. A decisão causou reações negativas e positivas na Argentina e no mundo. Os argentinos apoiaram a medidas por acreditar que representa a defesa da soberania nacional. Os europeus condenaram a decisão que, segundo eles, pode ameaçar a legislação internacional de comércio.

*Com informações da agência pública de notícias da Argentina, Telam.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia