Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

D.Cameron considera revoltante ataque contra jornal francês


Da Agência Lusa Edição: Graça Adjuto

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, condenou o “revoltante ataque terrorista” de hoje (7) contra o jornal satírico Charlie Hebdo, em Paris, e exprimiu a sua solidariedade com a França na luta contra o terrorismo.

Gente de Opinião

David Cameron diz, pelo Twitter, “revoltante ataque terrorista” contra jornal francês  Arquivo/Agência Brasil

“Os assassinatos cometidos em Paris são revoltantes. Estaremos ao lado do povo francês no combate contra o terrorismo e pela defesa da liberdade de imprensa”, declarou Cameron, na sua conta na rede social do Twitter.

Pelo menos 11 pessoas foram mortas, incluindo dois policiais, e várias ficaram feridas no ataque desta quarta-feira contra os escritórios do Charlie Hebdo.

O ataque foi protagonizado por dois homens, armados e encapuzados, que entraram no hall da redação do jornal e dispararam pelo menos uma arma automática, segundo fontes citadas pelos jornais Nouvel Observateur, Libération e Le Figaro.

A Presidência francesa informou que o presidente, François Hollande, convocou uma reunião do gabinete de crise para às 15h (horário local). As autoridades elevaram o nível de alerta de segurança na região parisiense para o máximo.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia