Porto Velho (RO) sexta-feira, 10 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Cuba anuncia libertação de mais um dissidente



Agência Lusa

Agência Brasil, Brasília – A Igreja Católica de Cuba anunciou a libertação em breve de mais um opositor ao regime do presidente cubano, Raúl Castro, Óscar Elías Biscet. Segundo especialistas, ele é considerado um dos presos políticos mais emblemáticos para os dissidentes cubanos. Biscet foi condenado a 25 anos de prisão por atos contra a independência e integridade territorial do Estado.

Elías Biscet faz parte de um grupo de 75 dissidentes presos na primavera de 2003 e que recusou a alternativa de exílio na Espanha para deixar a prisão. Médico, ele é o presidente da Fundação Lawton para os Direitos Humanos.

Sua libertação foi anunciada pelo Episcopado de Havana. O comunicado não informa a data em que ele deixará a prisão. O cardeal Jaime Ortega deu a informação ao dissidente, por telefone, segundo informações de Elsa Morejón, mulher de Biscet.

Após a libertação de Biscet, aguardarão ainda autorização para deixar a prisão os dissidentes José Daniel Ferrer, Librado Linares y Félix Navarro. Pouco antes desse anúncio, a Igreja Católica de Cuba anunciou também a libertação e transferência para a Espanha de outros nove dissidentes que não integram o chamado Grupo dos 75.

Desde o ano passado, a Igreja Católica de Cuba e o governo da Espanha negociam com o presidente Castro a libertação dos dissidentes políticos. Os já libertados foram enviados para a Espanha e reclamaram que não tiveram outra opção a não ser aceitar deixar Cuba.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia