Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Cuba: 50 anos


   

Londres - Em 1 de janeiro de 1959 se deu início à revolução cubana, a única que em Ocidente estabeleceu um sistema de partido único comunista y de economia estatizada e planificada. Os Castro, que inicialmente eram nacionalistas democratas, foram se radicalizando e, após conseguir o aval de Moscou, se dedicaram a sovietizar sua ilha.

Cuba, não obstante, fracassou em internacionalizar sua revolução; e seu regime foi buscando se reconciliar com seu entorno e criar sectores que prosperassem com o mercado. A onda que derrubou o bloco soviético não chegou a Cuba, a qual diferentemente da Europa oriental não teve um modelo importado pelos tanques e com os campos de Stalin e onde os níveis de vida da sua população não eram inferiores aos dos seus vizinhos.

Os Castro sobreviveram abrindo o país para certos investimentos privados e logo incentivando uma onda de novos governos nacionalistas na América Latina. Hoje Cuba não promove mais guerrilhas ou novas socializações. Os Castro emulam a trilha chinesa e vietnamita de preservar o partido único, mas para dar passo a um sistema que combine planejamento e estatismo com formas de capitalismo.

A eleição de Obama poderia abrir uma etapa na qual os EUA comecem a limar aristas com a Cuba e que os Castro continuem a fazer concessões ao mercado

Fonte: Isaac Bigio.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia