Porto Velho (RO) quarta-feira, 1 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Coreia do Norte adverte EUA sobre 'provocações'


Agência Lusa

A Coreia do Norte advertiu hoje (27) que as recentes “provocações” das tropas norte-americanas na fronteira com a Coreia do Sul podem levar a um “catastrófico” confronto militar. A advertência foi feita pelo chefe das forças norte-coreanas na aldeia fronteiriça de Panmunjom – onde foi assinado o acordo que colocou um ponto final à Guerra da Coreia (1950-53).

O oficial norte-coreano, que não foi identificado, disse que as recentes atividades dos soldados norte-americanos ameaçam desestabilizar a sensível área. “As forças dos Estados Unidos estão fazendo espionagem contra a Coreia do Norte, após a criação de uma enorme torre de vigilância de aço sobre uma colina” na área de Panmunjom”, acrescentou o representante do Exército Popular norte-coreano em comunicado divulgado pelas agências internacionais.

Panmunjom tem sido palco de diversas rodadas de negociações entre as duas Coreias, estando fortemente vigiada, principalmente pelas tropas sul-coreanas e norte-americanas.

Apesar de as forças não terem divulgado informações detalhadas sobre a torre ou as suas funções, sabe-se que a sua construção foi iniciada há seis meses, disse fonte do governo sul-coreano.

De acordo com despacho da agência estatal norte-coreana KCNA, a autoridade militar exigiu à parte norte-americana que “pare com todo os atos hostis”, que tornam mais aguda a tensão em Panmunjom, a aldeia situada no Paralelo 38 que divide as duas Coreias.

O representante do Exército Popular da Coreia do Norte também citou no comunicado outros “atos hostis” de Washington na zona fronteiriça, como transmitir mensagens sem motivo justificado.

Os Estados Unidos mantêm um contingente de 28.500 efetivos em território sul-coreano para defender o aliado de eventual ataque.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia