Porto Velho (RO) sexta-feira, 28 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Comissão Européia revê para cima projeção de crescimento econômico da zona do euro


Agência O Globo SÃO PAULO - A economia da zona do euro deve ter expansão de 2,4% em 2007. Na União Européia, o crescimento deve chegar a 2,7%, conforme projeções apresentadas hoje pela Comissão Européia. Ambas estimativas foram revistas em 0,3 ponto percentual para cima em relação aos dados apresentados anteriormente. O braço executivo da União Européia espera desaceleração da inflação, que deve ficar em 1,8% na região da moeda comum e em 2% no bloco europeu em decorrência da queda no preço do petróleo e do impacto moderado do aumento de 16% para 19% no Imposto de Valor Agregado (IVA) na Alemanha, em vigor em janeiro. "A economia européia saiu-se extremamente bem em 2006 e deve continuar crescendo vigorosamente em 2007. Isto não se deve apenas a condições cíclicas favoráveis como também reflete um aumento na resistência da economia européia", destacou a CE. O organismo ressalvou que os europeus devem evitar repetir os "erros do passado" e devem aproveitar esse momento econômico positivo para buscar o caminho das boas finanças públicas e das reformas estruturais, "que é o único meio capaz de apresentar um crescimento econômico maior e mais sustentável", conforme palavras do comissário de Assuntos Econômicos e Monetários, Joaquín Almunia. Em 2006, a zona do euro registrou crescimento econômico de 2,7%. Na União Européia, viu-se expansão de 2,9%. Um ano antes, essas cifras corresponderam a 1,4% e 1,7%, respectivamente. Na avaliação da CE, as economias européias tiveram desempenho melhor do que o esperado no ano passado apesar do petróleo mais caro, de condições econômicas mais restritivas e de uma desaceleração econômica dos Estados Unidos. Para o organismo, aliás, 2006 foi considerado um ano notável, com o crescimento norteado pela demanda doméstica graças a uma recuperação no mercado de trabalho europeu. (Juliana Cardoso | Valor Online)

Mais Sobre Mundo - Internacional

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

A variante Delta do novo coronavírus é "altamente preocupante", à medida que a mutação tem se espalhado para quase 20 países nas Américas, disseram