Porto Velho (RO) domingo, 5 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Comando Militar egípcio vai respeitar tratados internacionais


 

Da BBC Brasil

Brasília – O Comando Militar egípcio, que assumiu o poder depois da renúncia do presidente Hosni Mubarak, afirmou hoje (12) que vai respeitar todos os tratados internacionais firmados pelo país.

O anúncio foi lido por um porta-voz do militares na TV estatal egípcia. O comunicado, embora não faça referências explícitas a nenhum acordo específico, dá margem ao entendimento de que o tratado de paz entre o Egito e Israel ficará intacto.

Os militares também se disseram comprometidos a entregar o poder a um governo civil, mas não estabeleceram um prazo para isso nem fizeram referência direta às eleições presidenciais que estão, a princípio, marcadas para setembro.

O Comando Militar egípcio pediu ainda que os integrantes do governo anterior continuem nos seus cargos interinamente, até que uma solução política seja encontrada no país.

No dia seguinte à renúncia de Mubarak, a vida na capital egípcia, Cairo, começa a voltar ao normal, enquanto o futuro político do país começa a ser discutido, depois de quase 20 dias de protestos e violência.

Na Praça Tahrir, ponto principal de concentração dos protestos iniciados em 25 de janeiro, centenas de pessoas continuam acampadas. Milhares de manifestantes passaram a noite no local, comemorando a saída do presidente.

O Exército egípcio começou a retirar as barricadas dos acessos à praça, removendo carros queimados que serviam de barreiras. As Forças Armadas mantêm tanques e veículos blindados nas ruas, principalmente em frente aos prédios do governo e de outras instalações importantes.

Diversos grupos já propõem mudanças na Constituição do país, em artigos referentes ao processo político e às liberdades civis.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia