Porto Velho (RO) domingo, 29 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Colômbia vai intensificar ofensiva contra as Farc


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília – O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, disse vai intensificar a ofensiva militar contra as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). A decisão foi tomada depois que 12 militares foram mortos durante uma emboscada, na fronteira com a Venezuela, atribuída aos guerrilheiros. Mais quatro militares do Exército ficaram feridos.

Santos acrescentou ainda que orientou os comandantes das Forças Armadas do país a ampliar o sistema de segurança no país. O presidente classificou a emboscada em La Guajira de “um retrocesso” nas negociações que estavam em curso na busca pela paz na Colômbia.

Ontem (21), 12 militares do Exército morreram e quatro ficaram feridos durante uma emboscada atribuída às Farc, segundo autoridades colombianas, em La Guajira, uma área rural na fronteira com a Venezuela. A emboscada ocorreu na região montanhosa Serrania de Perija, em uma área conhecia por La Majayura.

“Infelizmente, recebemos um relatório sobre a morte de 12 soldados e quatro feridos”, disse Yusti Maria Lopez, um responsável pelos serviços de segurança em Maicao, capital do departamento de La Guajira.

*Com informações da emissora multiestatal de televisão, Telesur.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia