Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

China perdeu 10% de suas florestas pela onda de frio e neve


Mais de 17,3 milhões de hectares de floresta na China (10% do total) foram destruídos pela onda de frio e nevascas no centro e sul do país. Os números foram divulgados neste sábado (9) pela Administração Estatal de Florestas através da agência "Xinhua", que advertiu que algumas florestas pouco acostumadas a baixas temperaturas, como as de bambu, ficaram "gravemente destroçadas".

Dezoito divisões administrativas do país (de um total de 30) sofreram perdas nas florestas, e nas mais afetadas até 90% das matas ficaram "arruinadas".

Embora a Administração não tenha apresentado números sobre perdas econômicas, relatórios anteriores da instituição do final de janeiro estimam os danos em US$ 2,5 bilhões no setor florestal.

Para a recuperação das florestas perdidos, a Administração iniciará na primavera uma campanha de plantação, mas antes advertiu aos governos locais que controlem a poda indiscriminada de árvores nas próximas semanas.

As autoridades florestais temem que, no caos criado pelas nevascas, moradores tentem se aproveitar para desmatar as florestas para vender madeira, alegando que as árvores caíram devido ao mau tempo.

A Administração também advertiu, no entanto, que as árvores que caíram devem ser retiradas imediatamente, já que o excesso de madeira seca nas zonas florestais poderia aumentar o risco de incêndios no verão.

A onda de frio também pode ter causado a morte de diversas aves migratórias no sul do país, algumas delas pertencentes a espécies em risco de extinção.

As nevascas também mataram mais de 14 milhões de aves de granja e de cerca de 1,5 milhão de porcos, vacas e cordeiros.

Fonte: EFE

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia