Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Chefe militar dos rebeldes líbios é morto



Da Agência Lusa

Agência Brasil, Brasília - Abdel Fattah-Younes, chefe militar dos rebeldes líbios, morreu na noite desta quinta-feira (28) em condições ainda desconhecidas, disse o líder do Conselho Nacional de Transição (CNT) líbio, Mustafa Abdel Jalil.

Younes foi ministro do Interior do governo de Muammar Kadhafi e havia desertado para o lado dos rebeldes em fevereiro. O chefe da operação que matou Younes e dois dos seus mais próximos colaboradores foi preso, indicou Mustafa Abdel Jalil.

Após a morte do rebelde, três potentes explosões foram sentidas em Trípoli, capital da Líbia.

A situação no país é crítica. Desde fevereiro, rebeldes tentam por fim aos mais de 40 anos de Khadafi no poder. Um grupo composto por 31 rebeldes opositores ao regime de Kadhafi na cidade de Benghazi, leste da Líbia, criou o CNT.

Hoje (28), Portugal tornou-se o 14.º país da União Europeia a reconhecer o CNT como autoridade legítima da Líbia. O CNT é reconhecido por 21 países da União Africana, além do Canadá, da Turquia e dos Estados Unidos

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia