Porto Velho (RO) domingo, 14 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Campanha eleitoral na Venezuela começa oficialmente


Leandra Felipe
Agência Brasil/EBC

Bogotá - O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela definiu que a campanha para escolher o novo presidente começa hoje (2) e terá duração de dez dias. Com pouco tempo até 14 de abril, data marcada para o pleito, os principais candidatos intensificam as viagens em busca de votos. O presidente em exercício e candidato governista, Nicolás Maduro, inicia a campanha no estado de Barinas, terra de Hugo Chávez.

Segundo os meios de comunicação estatais, Maduro fará seu primeiro ato oficial em Sabaneta - cidade natal de Chávez em Barinas. Ele deve concentrar-se inicialmente na casa em que o presidente nasceu. A estratégia segue a tendência adotada pelo candidato socialista e procura manter a imagem do presidente, que morreu em 5 de março, vítima de câncer.

Henrique Capriles, que representa a coalizão oposicionista representada pela Mesa da Unidade Democrática (MUD), tem agenda na cidade de Maturín, capital do estado de Monagas, no Nordeste venezuelano. Inicialmente, Capriles havia dito que também começaria a campanha em Barinas. Mas, mediante críticas de Maduro, o candidato resolveu mudar a agenda e anunciou que visitará Barinas nesta quarta-feira (3).

Embora o periodo determinado para a campanha comece agora, os candidatos empreendem jornadas de entrevistas, caminhadas e encontros em busca de votos. No último sábado (30), Maduro esteve em Barinas para um evento nas unidades de Batalha de Campanha do estado, que serão encarregadas de organizar a estratégia eleitoral do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV).

Na noite dessa segunda-feira (1º), o oposicionista Henrique Capriles liderou uma marcha na zona leste de Caracas em prol da segurança. A caminhada começou às 19h30 (21h em Brasília).

A violência é um dos temas que mais preocupa a população venezuelana. De acordo com o governo, no ano passado foram registrados 16 mil homicídios. Atualmente, a Venezuela é o quinto país mais violento do mundo, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).

Outros temas importantes na campanha são a economia, afetada pela desvalorização do bolivar ante o dólar, o controle do mercado especulativo (dólar paralelo) e o fortalecimento da indústria nacional. Algumas regiões no país sofrem com problemas de abastecimento de alimentos e outros produtos, segundo informações da imprensa local.

O socialista Maduro promete seguir as recomendações e continuar integralmente o projeto iniciado por Hugo Chávez em seus 14 anos de governo. O oposicionista, por sua vez, promete manter os programas sociais e "modernizar o país".
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe