Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Brasil financia construção de estrada na Bolívia


 
Renata Giraldi
 Agência Brasil

Brasília - O presidente da Bolívia, Evo Morales, confirmou ter recebido os recursos do governo do Brasil para a construção da Estrada de Villa Tunari, que liga a cidade de Cochabamba a San Ignacio de Moxos, no município de Beni. Segundo ele, o Brasil vai financiar cerca de US$ 332 milhões da obra. As negociações foram firmadas entre Morales e o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Felizmente [o comando do] Banco do Brasil assinou o financiamento para Villa Tunari-San Ignacio de Moxos. Portanto, este ano vamos iniciar a construção da estrada", disse Morales, lembrando que o acordo para a execução da obra foi firmado com Lula, em agosto de 2009.

Os dados são da Agência Boliviana de Informações (ABI). Morales disse ainda que outra prioridade do governo é a construção do aeroporto internacional de Chimoré em Cochabamba – uma das principais cidades da Bolívia. No local, deverá ser instalada uma base da Força Aérea Boliviana para o treino de pilotos de helicóptero.

De acordo com o presidente, o objetivo é que com a construção desse aeroporto, em Cochabamba, algumas viagens internas na Bolívia sejam encurtadas, como as que ligam as cidades de Cochabamba a Santa Cruz de la Sierra e também o trajeto entre Mayu Montero e Cristal.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia