Porto Velho (RO) segunda-feira, 8 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Bombardeios aumentam em cidades sírias


Renata Giraldi
Agência Brasil

Brasília - No dia de hoje (10), data prevista para o cessar-fogo na Síria fixado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e a Liga Árabe, a oposição informou que os bombardeios persistem em várias regiões do país e que não há sinais do fim da violência. Porém, o ministro das Relações Exteriores da Rússia (que é aliada da Síria), Serguei Lavrov, disse que o presidente sírio, Bashar Al Assad, iniciou as negociações para a adoção de um plano de paz na região.

Em Moscou, na Rússia, o ministro das Relações Exteriores da Síria, Waldi Muallem, disse que as tropas começaram a deixar algumas províncias. Mas a organização não governamental Observatório Sírio dos Direitos Humanos informou que as forças do regime bombardearam diversas cidades – como Maleh, Homs, Hama e Duma – e pelo menos seis soldados já foram mortos hoje.

De acordo com a organização, os ataques começaram na noite de ontem (9). De acordo com a entidade, não houve retirada de tropas das ruas. No último dia 2, Assad aceitou o plano de paz sugerido pela ONU e a Liga Árabe. A data fixada para a implantação do acordo era hoje. Autoridades da China, que também é aliada da Síria, pediram hoje que todos cumpram imediatamente o plano de paz.

O emissário da ONU e da Liga Árabe à Síria, Kofi Annan, visita hoje um campo de refugiados sírios na fronteira com a Turquia. A visita ocorre um dia depois de tiros vindos da Síria ferirem um tradutor e um policial turcos e quatro sírios. O episódio aumentou a tensão entre os dois países. O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse que a agressão consistiu em “uma clara violação” da fronteira e prometeu “tomar as medidas necessárias”.

Foi a primeira vez que tiros vindos da Síria atingiram alvos no campo de refugiados na Turquia. De acordo com autoridades turcas, há cerca de 25 mil refugiados sírios no país. O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Ahmet Davutoglu, conversou sobre o incidente com os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, Reino Unido, China, Rússia e França).

*Com informações da emissora pública de rádio da França, RFI, e da BBC Brasil
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe