Porto Velho (RO) terça-feira, 31 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Bolsa de Tóquio volta a fechar em baixa



Da Agência Lusa

Agência Brasil, Brasília - A Bolsa de Tóquio, no Japão, fechou hoje (17) em baixa, perdendo 50,17 pontos - menos 0,55%. O índice Nikkei ficou em 9.057,26 pontos. Para analistas japoneses, a queda foi provocada pelas preocupações em torno da economia europeia. Ontem, porém, a bolsa japonesa fechou com ligeira alta, de mais 0,23%.

O índice Topix também fechou hoje em queda de 0,3%. O índice Nikkei reflete a média não ponderada dos 225 valores da Bolsa de Tóquio, enquanto o indicador Topix agrupa os valores das 1.600 maiores empresas cotadas.

O Eurostat – banco de dados da Comissão Europeia que reúne os números da economia dos 27 países que integram o bloco - anunciou ontem (16) que o Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro e da União Europeia cresceu 0,2% no segundo trimestre em comparação ao período anterior.

A variação em cadeia de 0,2% do PIB no segundo trimestre representa um abrandamento da economia, segundo analistas, registrando crescimento de 0,8% nos primeiros três meses do ano, tanto para a zona do euro quanto para a União Europeia.

A Alemanha, a maior economia da zona do euro, registrou crescimento de apenas 0,1% no segundo trimestre. Nessa terça-feira, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, sugeriram, entre outras medidas, a adoção de uma regra de ouro do equilíbrio orçamental pelos 17 membros da moeda única e a instauração de uma taxa sobre as transações financeiras.

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia