Porto Velho (RO) sábado, 24 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Bolivianos estão agindo em território brasileiro




Cinco homens armados invadiram a casa de um engenheiro no final de semana. Diversas casas foram alvejadas à bala.

ALEXANDRE LIMA (*)
contato@agenciaaamazonia.com.br

BRASILÉIA, AC — Mercenários a serviço do governo da Bolívia estão agindo em território brasileiro, no Acre, para tentar capturar adversários de Evo Morales que, em setembro, com a decretação do estado de sítio no Departamento (estado) de Pando se refugiaram em terras acreanas. A cidade de Epitaciolândia (AC) foi palco no último final de semana da ação desses grupos.  

Armados com pistolas e revólveres, cinco homens tentaram seqüestrar no sábado, 6, o arquiteto boliviano Júlio Villalobos, conhecido como “Julito”.  Villalobos é ex-diretor do ‘Caminos’, empresa estatal de Pando responsável pela manutenção das rodovias na Bolívia.  

Do lado brasileiro, casas onde vivem os bolivianos também foram alvejadas a tiros de fuzil e pistolas 44, de uso exclusivo das Forças Armadas. Os projéteis foram recolhidos hoje por policiais brasileiros.  No mês passado, outras casas haviam sido atingidas.  À época, o Exército Brasileiro estava de prontidão na fronteira devido ao estado de sítio em Pando e recolheu os projéteis para análise.

Júlio Villalobos passou a residir em Rio Branco, a capital do Acre, desde que passou a ser caçado pelo governo boliviano. A família dele, que morava em Cobija, a capital de Pando, também cruzou a fronteira em busca de abrigo do lado brasileiro. Na Bolívia, a família de Villalobos já havia sido molestada pelos partidários de Evo Morales. A casa deles foi invadida no mês de setembro, quando da decretação do estado de sítio na cidade.

A invasão aconteceu por volta das 22h de sábado. Villalobos tinha saído para visitar amigos. Avisou que voltaria logo.  Cinco minutos após se ausentar do local, a casa dele teve a porta arrombada e, posteriormente, invadida pelos cinco homens armados à sua procura. O arquiteto foi à fronteira pegar os documentos necessários para sua estada em solo brasileiro. 

Ao vasculharem a casa, os mercenários encontraram e levaram  R$ 100 mil reais em dinheiro provenientes da venda da sua casa em Cobija.  Villalobos usaria o dinheiro para comprar uma casa do lado brasileiro. Ele disse que  não voltar a morar na Bolívia enquanto Evo Morales for o presidente. Os mercenários também levaram jóias e outros objetos de valor. Segundo o arquiteto, essa é a terceira vez que invadem sua casa. 
 
A ação dos mercenários deixou as autoridades de segurança (o Exército e a Polícia Federal) em estado de alerta. Desde a semana passada, o Exército e a PF intensificaram a fiscalização na fronteira. Os serviços de inteligência identificaram um plano das autoridades bolivianas para seqüestrar aqueles que cruzaram a fronteira e se refugiaram no Acre. Devido a esse fato, o Exército passou a fazer sobrevôos diários na linha de fronteira do Brasil com a Bolívia.

A polícia brasileira identificou pessoas suspeitas fazendo rondas em motocicletas em várias áreas de Brasiléia e Epitaciolândia.  Os locais onde foram vistos ficam próximos dos abrigos onde dezenas de bolivianos encontram-se refugiados.   Depois da saída do Exército da fronteira também aumentaram os roubos de carros e motocicletas.

Outro fato que chama a atenção das autoridades brasileiras é que essas ações só ocorrem quando o ministro de Governo, Ramón Quintana, se encontra na cidade de Pando. Quintana estava nos últimos dias na cidade boliviana.

(*) É jornalista e editor do site O Alto Acre, de Brasiléia (AC).

Fonte: A Agênciaamazônia é parceira do Gentedeopiniao.

Mais Sobre Mundo - Internacional

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

As mulheres e os homens mais compridos do mundo

Segundo um estudo feito por 800 cientistas do Imperial College em Londres (1) sobre o desenvolvimento da altura das pessoas adultas nos últimos 100

Dia Mundial do Rock é comemorado neste sábado

Dia Mundial do Rock é comemorado neste sábado

Um senhor de mais de 60 anos, vibrante, contestador, revolucionário e que provoca as mais diversas sensações e reações em quem tem contato com ele ou

Morre Lee Iacocca, o pai do Mustang

Morre Lee Iacocca, o pai do Mustang

Morreu em 2 de julho, aos 94 anos, Lido Anthony "Lee" Iacocca, um dos mais famosos executivos da indústria automobilística. Era filho de imigrantes it

Porto Velho: Inscrições para vagas na escola de música Som na Leste encerram nesta quarta, dia 03

Porto Velho: Inscrições para vagas na escola de música Som na Leste encerram nesta quarta, dia 03

A Escola Municipal de Música Som na Leste divulgou edital para matrícula de novos alunos para o preenchimento de vagas para os cursos no segundo semes