Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Bolívia reconhece que fez vistoria em avião da FAB


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília – O ministro da Defesa da Bolívia, Rubén Saavedra, reconheceu, em nota oficial, que foi feita vistoria em avião do ministro da Defesa do Brasil, Celso Amorim, em 2011. O ato provocou protestos e cobranças de explicações do governo brasileiro. Para o governo da Bolívia, o impasse foi superado, mas para isso houve várias reuniões com autoridades brasileiras. Os bolivianos prometem punir “excessos” cometidos nos aeroportos do país.

A ministra das Comunicações da Bolívia, Amanda Davila, também se manifestou sobre o tema. O Ministério das Relações Exteriores da Bolívia informou que militares fizeram buscas na aeronave brasileira porque houve denúncias que drogas estavam escondidas no avião. As autoridades bolivianas negam que a ação ocorreu na tentativa de verificar se o senador de oposição Roger Pinto Molina estava na aeronave de Amorim.

Pinto Molina está abrigado na Embaixada do Brasil na Bolívia há 13 meses e aguarda salvo conduto para deixar a representação diplomática e asilar-se em território brasileiro. Mas as autoridades bolivianas se recusam a emitir o documento, alegando que o parlamentar responde a processos judiciais no país.

A vistoria à aeronave de Amorim gerou mal-estar entre Brasil e Bolívia. A ministra boliviana admitiu que houve “série de reuniões bilaterais e o impasse foi superado”.

“O governo boliviano lamenta os incidentes ocorridos no segundo semestre do 2011 envolvendo ações de operativos da Força Especial de Luta contra o Narcotráfico da Bolívia em aviões da Força Aérea Brasileira [FAB]”, disse Amanda Davila.

No Brasil, o Ministério da Defesa divulgou nota há dois dias lamentando o que ocorreu com a aeronave de Amorim e informando não aceitar tal procedimento. “No documento, a embaixada informou que a repetição de tais procedimentos abusivos levaria à aplicação, pelo Brasil, do princípio da reciprocidade. Desde o envio da nota, a FAB não registrou novos episódios de vistorias em suas aeronaves por autoridades bolivianas”, diz o texto.

*Com informações da agência pública de notícias da Bolívia, ABI

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia