Porto Velho (RO) sexta-feira, 28 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Bolívia confirma foco de aftosa e suspende exportações de carne


Agência O Globo LA PAZ - O governo da Bolívia detectou um foco de febre aftosa na região de Santa Cruz de La Sierra e determinou a suspensão das exportações de carne aos países andinos. Este é o primeiro foco registrado depois de três anos e meio, segundo o jornal diário "El Deber". Segundo o jornal, o foco foi localizado na última quinta-feira e as exportações foram suspensas um dia depois para Colômbia, Equador, Peru e Venezuela. O chefe da autoridade sanitária do país, Ernesto Salas, disse que "lamentavelmente", de maneira automática, as permissões para a venda da carne boliviana a estes países havia caído. As exportações de carne da Bolívia alcançam cerca de US$ 10 milhões por ano. Salas acrescentou que foram coordenadas ações com autoridades sanitárias de outros países vizinhos para garantir o controle da enfermidade na Bolívia e evitar que ela se espalhe. A Bolívia seria declarada "território livre de aftosa" na França, já que estava há mais de três anos sem nenhum foco. O país investiu US$ 30 milhões nos últimos anos para livrar-se da febre. Neste sábado, o Paraguai já havia decretado alerta sanitário na região do Chaco, na fronteira com a Bolívia, em função das suspeitas.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

Com avanço nas Américas, Delta é "altamente preocupante", diz Organização Pan-Americana de Saúde

A variante Delta do novo coronavírus é "altamente preocupante", à medida que a mutação tem se espalhado para quase 20 países nas Américas, disseram