Porto Velho (RO) sexta-feira, 10 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

BOLÍVIA: Águas agora seguem para fronteira do Brasil


O drama de mais ou menos 60 mil famílias afetadas em várias regiões do país por desastres naturais causados por chuvas que tem caído desde o final 2007 mobilizou o governo boliviano, instituições e organizações nacionais como também países amigos e agências internacionais.

O governo mobilizou todos os seus ministérios para receber doações e transportes ao longo da campanha de dia nacional intensivo que correrá até próximo sábado 23

O Ministro da Fazenda Luis Alberto Arce Catacora, juntou-se a campanha "Unidos ayudemos a nuestra gente," com um caminhão contendo comida, roupa e água ele trouxe  alimentos, comida e água, que é mais crucial para as famílias de Trinidad, a mais afetada neste momento  e que precisam de solidariedade.  O ministro pede para as pessoas que ainda não se juntaram a campanha para participarem. 

 
Previsão de mais chuva

As autoridades ontem estavam preocupados com o norte, pois a inundação que na semana passada estava para inundar a cidade de Trinidad, hoje a situação está já está sob controle.

O Almirante Rafael Bandeira, no cargo da defesa civil em Beni, disse ontem que em Trinidad o perigo já passou, as águas estão seguindo para o norte, onde a situação é "preocupante".  Em Santa Ana de Yacuma, água cresceu 16 centímetros hoje.  O  almirante já está considerando o que todos chamam de "a onda".

De acordo com o gerente técnico da Navegação da Melhoria de Serviço Amazônia (Semena), Luis Phillips, em seu deslocamento natural no território boliviano, a água agora segue para cidades pequenas na área de fronteira com o Brasil.

Fonte: Gentedeopinião com informações da Agência boliviana

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia