Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Aumenta a tensão em Trípoli



Da BBC Brasil

Agência Brasil, Brasília - Testemunhas na capital da Líbia, Trípoli, afirmaram hoje (25) que forças de segurança leais ao regime do presidente Muammar Khadafi atiraram contra os manifestantes. Informações extra-oficiais indicam que há pelo menos dois mortos no distrito de Janzour.

Religiosos organizaram um protesto para hoje, depois das orações, e foram recebidos com violência pelas forças do governo. Mais cedo, a rede estatal de televisão, a Libyan TV, mostrou um grupo de cerca de 50 simpatizantes do governo participando de uma manifestação pró-Khadafi, na Praça Verde, em Trípoli.

A capital líbia se tornou uma espécie de bastião do regime, patrulhada pelas forças especiais do governo. O Leste do país – onde estão cidades como Benghazi, Tobruk e Ajdabiya – permanece sob controle da oposição, mas o governo lançou ofensivas para tomar o controle das localidades próximas ou a oeste de Trípoli, como Zuara, Sabratha, Misrata e Al Zawiya.

Até ontem (24), os relatos eram de que a cidade de Al Zawiya, a 50 quilômetros de Trípoli, transformou-se em palco de violentos conflitos. Na terceira cidade do país, Misrata, a 200 quilômetros da capital, foram registrados combates pelo controle do aeroporto. Mas os relatos são de que a cidade também caiu em favor dos rebeldes.

A Federação Internacional de Direitos Humanos estima que pelo menos 700 pessoas podem ter morrido. Já um médico francês em Benghazi, Gerrard Buffet, disse que os combates podem ter matado até 2 mil pessoas só no leste do país.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia