Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Atuação da Quarta Frota americana na América Latina, preocupa senadores



Quatro senadores manifestaram nesta quarta-feira (9) ao embaixador dos Estados Unidos, Clifford Sobel, a sua preocupação com a recriação da Quarta Frota da Marinha norte-americana, cuja área de atuação seria a América Latina. Eduardo Suplicy (PT-SP), Pedro Simon (PMDB-RS), João Pedro (PT-AM) e Cristovam Buarque (PDT-DF) pediram ainda a Sobel que transmitisse aos dois principais candidatos às eleições presidenciais norte-americanas, Barack Obama e John McCain, suas reservas em relação à decisão adotada em final de mandato pelo presidente George W. Bush.

- Fizemos um apelo para que a Quarta Frota não venha. A notícia de recriação dessa frota teve uma repercussão muito negativa em toda a América, e estranhamos que a decisão tenha sido tomada ao final do governo Bush e no momento em que a situação é tão tranqüila na América Latina - disse Simon, ao deixar o prédio da embaixada.

A Quarta Frota foi criada pela Marinha dos Estados Unidos em 1943, diante da ameaça nazista no período da Segunda Guerra Mundial. Ela foi desativada em 1950 e recriada neste ano. Segundo relato do embaixador aos senadores, a nova unidade da Marinha - que contaria com 120 integrantes em sua sede de Miami - seria destinada principalmente a atividades humanitárias, como assistência à saúde e a vítimas de desastres naturais, além da prevenção do narcotráfico.

- Depois de ouvir o embaixador dizer que a Quarta Frota teria motivações humanitárias, perguntei a ele então quantos médicos fariam parte dela. E ele não soube responder - relatou João Pedro.

Segundo Suplicy, os senadores brasileiros lembraram a Sobel a atuação da Marinha dos Estados Unidos no período que antecedeu o golpe militar de 1964. Foi citado durante a reunião trecho de livro escrito pelo ex-embaixador norte-americano no Brasil Lincoln Gordon, segundo o qual navios dos Estados Unidos teriam permanecido junto à costa brasileira para o caso de haver uma reação à tomada do poder pelos militares.

- Não temos as melhores lembranças dessa época. E dissemos ainda ao embaixador que nos últimos anos Brasil e Estados Unidos têm mantido relações muito boas, mesmo discordando de decisões como a guerra do Iraque - afirmou Suplicy.

Durante o encontro, Simon comentou ainda que diversos jornalistas têm interpretado a decisão de se recriar a Quarta Frota como uma resposta do governo dos Estados Unidos às recentes descobertas de petróleo na chamada camada pré-sal da plataforma continental do Brasil.

As novas reservas brasileiras de petróleo, de acordo com estimativas iniciais, poderão ser de 50 bilhões a 70 bilhões de barris. Em resposta, Sobel disse aos senadores que os Estados Unidos teriam "tradição de respeitar os mares territoriais" e assegurou que a recriação da Quarta Frota não teria nada a ver com as recentes descobertas.

Fonte: Marcos Magalhães / Agência Senado

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia