Porto Velho (RO) terça-feira, 9 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Artigo do 'El País' compara crescimento brasileiro a modelo asiático


 
Em artigo publicado nesta terça-feira, o diário espanhol El País compara o crescimento da economia brasileira ao modelo asiático, afirmando que o Brasil fez uma “adaptação peculiar” do modelo asiático.

BBC Brasil

“No segundo mandato do presidente Lula se optou por uma política econômica que pretende compatibilizar a estabilidade com o relançamento do desenvolvimento e um forte impulso de investimento industrial”, afirma o artigo assinado por Alfredo Arahuetes, tido como um dos maiores especialistas da Espanha em investimentos na América Latina, e professor de Economia Internacional da Universidade Pontifícia Comillas de Madri.

O artigo destaca que no ano passado o Brasil renovou sua posição como décima economia do mundo, à frente da Rússia, Coréia do Sul e Índia, e que o país é a maior economia da América Latina e seu PIB representa pelo menos um terço do PIB da região.

“Como o Brasil chegou a ser uma economia tão destacada?”, pergunta o artigo.

Arahuetes explica que o desenvolvimento industrial brasileiro iniciado nos anos 50 e a expansão do setor nos anos 60 e 70 contribuíram para que a economia brasileira crescesse a uma taxa anual média de 7,8%. “O crescimento durante este longo período se orientou para o mercado interno”, afirma o economista, que lembra que, na época, a economia “estava pouco aberta ao exterior”.

No fim dos anos 90 e início dos anos 2000, “o Brasil seguiu a dupla estratégia de ser global trader e promover maior integração com os países da América Latina. A estratégia deu seus frutos nos dois âmbitos”, diz o artigo.

O economista explica que, ao chegar à presidência, Luiz Inácio Lula da Silva “apostou em uma prudente ortodoxia” com fins de reduzir a dívida pública. A desvalorização do real e a demanda internacional por matérias primas – graças ao crescimento econômico de países como a China e a Índia, impulsionaram as exportações brasileiras levando o país a retomar o crescimento.

“Ao mesmo tempo, o Brasil recuperou a capacidade de atrair investimento direto de empresas estrangeiras ao ponto de situar-se em segunda posição entre os países emergentes, atrás apenas da China.”

Isso deu origem a uma mudança na inserção do Brasil na economia internacional: “A inserção financeira deu origem à inserção comercial parecida com a seguida pelas economias asiáticas, fortalecida com a entrada de investimentos diretos”. Com isso, o país quase triplicou o valor de suas exportações entre 2002 e 2007, obteve superávits comerciais e de conta corrente, e acumulou reservas no valor de 182 milhões de dólares ao fim do ano passado.

“No segundo mandato, iniciado há um ano, Lula mudou o rumo para uma ortodoxia prudente compatível com o relançamento do desenvolvimento. Quer dizer, estabilidade com forte impulso de investimento em setores industriais intensivos em capital e em infra-estruturas (com o PAC), com o dinamismo necessário tanto para um crescimento sustentável como para o fortalecimento da capacidade exportadora e a substituição das importações ao estilo das economias asiáticas”, além de promover a redução da pobreza e melhorias na distribuição de renda, afirma o economista.

O autor comenta o aumento da integração regional e conclui dizendo que “o Brasil parece apostar em intensificar a integração com os países da região mediante um esquema de geometria variável que permita o desenvolvimento da ‘fábrica América Latina’ com alimentos, matérias primas e energia, uma adaptação particular da ‘fábrica Ásia’.”

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe