Porto Velho (RO) quarta-feira, 10 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Arqueólogos descobrem cemitério anterior a Cristo


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília - Arqueólogos do Egito descobriram, na cidade de Alexandria, um cemitério que remonta ao ano 332 antes de Cristo. Para os pesquisadores, no local eram enterradas as pessoas mais pobres da sociedade. Em Alexandria estão algumas obras consideradas maravilhas do mundo – a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria e as catacumbas de Kom El Shoqafa.

Pelos primeiros relatos, o cemitério era uma construção de dois andares e atualmente está sob águas. Os túmulos localizados não são destinados aos faraós e suas famílias.

O cemitério foi localizado durante escavações no distrito de Al Qabari. No local, estava prevista a construção de edifício para escritórios. A obra foi suspensa por ordem do Ministério de Estado para Antiguidades até que as investigações sejam concluídas.

Localizada no Centro-Norte do Egito, Alexandria foi uma das cidades mais importantes do mundo, na antiguidade. Foi fundada por volta de 331 antes de Cristo por Alexandre, o Grande, e permaneceu como capital do Egito durante mil anos.

*Com informações da agência estatal de notícias de Cuba, Prensa Latina.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe