Porto Velho (RO) sábado, 4 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Após Japão, China e África do Sul também anunciam embargo à carne brasileira


Mariana Branco
Agência Brasil

Brasília - Após o Japão anunciar o embargo à carne bovina brasileira no dia 7 de dezembro, os governos da África do Sul e China também decidiram suspender as importações do produto. Os três países optaram pelo embargo após a confirmação da presença do agente da encefalopatia espongiforme bovina (EEB), mais conhecida como doença da vaca louca, nos tecidos de uma vaca de 13 anos de idade morta em 2010 no Paraná.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que havia anunciado na semana passada a intensão de dialogar com as autoridades japonesas, divulgou nota hoje (13) dizendo que também trabalhará para esclarecer os governos da China e África do Sul.

De acordo com o Mapa, o caso confirmado no Paraná é uma ocorrência não clássica da doença. Segundo o Mapa, apesar da presença do agente causador da EEB não houve manifestação da doença da vaca louca. O ministério comunicou que enviará missões oficiais à China, Rússia e África do Sul. O órgão diz ainda que até o momento somente os três países informaram oficialmente ao Mapa a interrupção das compras de carne bovina brasileira.

A nota divulgada diz que além dos três países, o ministério está intensificando o contato com os maiores importadores da carne bovina brasileira a fim de prestar informações. O órgão informou que nos dez primeiros meses de 2012 a China comprou 10,1 mil toneladas de carne bovina do Brasil. O Japão adquiriu 1,3 mil toneladas e a África do Sul, 293 toneladas.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia