Porto Velho (RO) sexta-feira, 12 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Annan conversa com Assad sobre plano de paz na Síria


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília – O emissário especial da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan, conversou hoje (29) com o presidente sírio, Bashar Al Assad, na tentativa de garantir a execução do plano de paz traçado para o país. Antes, Annan esteve com o vice-ministro sírio dos Negócios Estrangeiros, Faisal Migdad. As reuniões ocorrem no momento em que a Síria é alvo de críticas devido ao massacre de 108 pessoas, inclusive 32 crianças, no centro do país.

Não há informações sobre o resultado da reunião de Annan com Assad. Mas o vice-ministro informou que o governo respeitou o cessar-fogo, negociado por Annan em 12 de abril, e se houve transgressões foram de "outra parte”, indicando responsabilidades da oposição.

É a segunda visita de Annan à Síria desde o início de sua missão, há três meses. Ele chegou a Damasco ontem (28), um dia depois de o Conselho de Segurança da ONU ter condenado o governo sírio por utilizar artilharia no massacre de 108 pessoas, na cidade de Houla.

O plano de paz apresentado por Annan tem por base um cessar-fogo, iniciado em 12 de abril. Porém, o plano não foi respeitado nem mesmo com a presença de uma missão de observadores da ONU. Os observadores foram alvos de vários ataques nos últimos dias.

No mesmo momento em que Annan negocia com Assad, o governo da Austrália anunciou a expulsão de dois diplomatas sírios do país em protesto ao massacre de Houla. O encarregado de negócios da Síria na Austrália (que cumpre o papel de embaixador), Jawdat Ali, foi notificado da decisão das autoridades australianas e deve deixar o país acompanhado de um colega diplomata em até 72 horas.

"Não haverá mais ligação oficial entre a Austrália e o governo sírio enquanto o país não aceitar o cessar-fogo definido pelas Nações Unidas e der passos ativos para implementar o plano de paz acordado com o emissário especial Kofi Annan", disse o ministro das Relações Exteriores da Austrália, Bob Carr. "Esse massacre matou mais de 100 homens, mulheres e crianças em Houla, foi um crime horrível e brutal."

*Com informações da agência de notícias de Portugal, Lusa//Edição: Graça Adjuto
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe