Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Ahmadinejad diz que Irã manterá programa nuclear


Agência Efe
Rádio Jovem Pan

Teerã, 8 abr (EFE).- O Irã vai dar continuidade ao seu programa nuclear "inclusive se o mundo inteiro se opor à República Islâmica", declarou neste domingo o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad no Dia Nacional da Tecnologia Nuclear, informou a agência oficial "Irna".

Como disse neste domingo a pessoas envolvidas na indústria atômica iraniana, o Irã "resistiu às pressões inimigas sobre seu programa nuclear para defender sua dignidade" e ressaltou que a resistência "é mais
valiosa do que o acesso à tecnologia nuclear".

Ele fez alusão aos cientistas nucleares iranianos assassinados. Teerã acusa pelas mortes Israel e os Estados Unidos, e advertiu que com esses crimes "eles não poderão bloquear o progresso tecnológico e científico do Irã".

Ahmadinejad garantiu que "o progresso na tecnologia nuclear pacífica representará avanços em outros campos". Para ele, essa conquista é a "locomotiva" que impulsionará dezenas de indústrias subsidiárias.

As declarações de Ahmadinejad ocorrem às vésperas da reunião prevista para a próxima semana entre representantes do Irã e do Grupo 5+1, composto pelos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU mais Alemanha, para tratar a questão nuclear iraniana, que deve ocorrer em Istambul.

As duas anteriores reuniões do Irã com o 5+1, em dezembro de 2010 em Genebra e em janeiro de 2011 em Istambul, fracassaram.

Tanto as Nações Unidas quanto os EUA e a UE mantêm sanções ao Irã devido ao seu programa nuclear, que alguns Governos, com o de Washington à frente, acham que pode ter uma vertente militar destinada a fabricar bombas atômicas, o que Teerã nega e garante que é exclusivamente civil e pacífico.

Israel, Estados Unidos e em certa medida o Reino Unido ameaçaram atacar o Irã para frear o desenvolvimento nuclear, ao que Teerã respondeu que dará uma resposta "arrasadora" em caso de agressão.

Rússia e China, entre outros, se opõem as novas sanções ao Irã e advertiram que um eventual ataque militar ao território iraniano poderia ter consequências imprevisíveis e catastróficas para o mundo, opinião compartilhada por inúmeros governantes e analistas, inclusive em Israel e os EUA. EFE

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe