Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Agência rebaixa classificação de risco da Espanha e Itália


Da Agência Lusa

Agência Brasil, Brasília - A agência de classificação de risco Fitch baixou hoje (7) a avaliação da Espanha e da Itália, para AA-, no caso espanhol, e para A+, no caso italiano, mantendo ambos países em perspectiva negativa.

No caso espanhol, a Fitch informou que o rebaixamento reflete a "intensificação da crise na zona do euro" e aos riscos dos esforços de consolidação fiscal em curso na Espanha.

"Como a Fitch advertiu previamente, encontrar uma solução credível e integral para a crise é política e tecnicamente complexo e necessitará de tempo para se aplicar e conseguir a confiança dos investidores", disse a agência.

A Espanha, de acordo com a agência, sente "especial vulnerabilidade" da situação exterior, tendo em conta o seu ainda considerável déficit estrutural, o elevado nível de dívida externa e a fragilidade da recuperação econômica.

Sobre o rebaixamento da Itália, a Fitch disse que "o elevado nível de dívida pública e a necessidade de financiamento, juntamente com a reduzida taxa de potencial crescimento" deixaram o país "especialmente vulnerável a perturbações externas".

Segundo ainda a agência, "a resposta do governo italiano ao contágio, inicialmente vacilante, também levou à erosão da confiança do mercado na capacidade da Itália navegar com eficácia pela crise".

É a segunda descida do rating da Itália esta semana, depois da agência Moody's ter reduzido a nota do país em três níveis, de Aa2 para A2, com perspectiva negativa, também devido aos elevados níveis da dívida do país.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia