Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

África do Sul aumenta seus investimentos em Pesquisas


Os investimentos sul-africanos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) somaram mais de 2,1 milhões de dólares em 2011/12, um aumento de quase 10% sobre o ano anterior e que manteve a fatia de 0,76% do PIB total do país a dedicar ao setor, de acordo com o Departamento de Ciência e Tecnologia, em seu último relatório.

Ao anunciar os resultados da pesquisa, o Ministro da Ciência e Tecnologia Derek Hanekom disse que os números indicam o início de recuperação ao declínio dos investimentos nos últimos anos, desde o recorde de 0,95% em 2006. "Antecipamos que vamos virar o jogo e aumentar o nível de investimentos em pesquisa e desenvolvimento novamente na África do Sul", afirmou em nota o Ministro. O Plano Nacional de Desenvolvimento engloba maiores investimentos na área, com o governo estabelecendo a meta de 1,5% do PIB até o ano de 2019.

O Diretor Geral de Ciência e Tecnologia Phil Mjwara afirmou que um objetivo tão ambicioso representa um reconhecimento ao papel que P&D tem para com os desafios de crescimento do país. "Pesquisa e desenvolvimento são primordiais para a criação de produtos novos e modernos, novas indústrias, aumento da competitividade e melhorias em infraestrutura e serviços".

De acordo com o relatório, o governo se tornou o maior financiador de P&D no país, investindo diretamente 900 milhões de dólares no biênio, 43,1% do total, em comparação aos investimentos privados, cerca de 800 milhões de dólares, para 39% do total. A pesquisa também revelou que o número de pessoas trabalhando no setor de P&D cresceu para quase 60 mil no período, um aumento de 7% sobre 2010.

Mjwara apontou os incentivos fiscais, garantias do governo, parcerias como fundos de inovação e apoio à localização da tecnologia como fatores do crescimento do setor. Afirmou também que um nível similar de esforços e investimentos foi realizado pelo setor privado para obtenção desses resultados.


Sobre a Brand South Africa

Brand South Africa, anteriormente conhecida como o Conselho Internacional de Marketing da África do Sul, foi criada em agosto de 2002 para ajudar a criar uma imagem de marca positiva e atraente para a África do Sul. O nome mudou oficialmente para melhor alinhar seu mandato de construir a reputação da marca da nação da África do Sul, a fim de melhorar sua competitividade global.

Fonte: Daniela Beatriz C. de Abreu /  daniela.abreu@hkstrategies.com

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia