Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Vilhena recebe nova estação do INMET


 
Nova estação meteorológica de grande funcionalidade coletará dados do Centro da cidade facilitando a comparação de dados.

Daniel Panobianco – O INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), dando continuidade na modernização de seus centros coletores de dados por todo o Brasil, instala mais uma estação meteorológica automática em Rondônia. Desta vez em Vilhena, que já transmite dados ao centro operacional em Brasília, sede do INMET, com informações das variáveis do tempo de hora em hora.

Na estação estão aparelhos que funcionam a base de bateria solar e um sensor que armazena os dados e por meio de ondas de rádio transfere os mesmos para um satélite que posteriormente descarrega as informações em Brasília. Os equipamentos coletam dados de temperatura mínima e máxima, temperatura do ponto de orvalho mínima e máxima, umidade relativa do ar mínima e máxima, pressão atmosférica mínima e máxima, direção, velocidade constante e velocidade da rajada de vento, radiação solar e precipitação acumulada.

A finalidade da montagem de novas estações meteorológicas pelo INMET é única. Coletar cada vez mais dados que servirão de base para previsões futuras e monitoramento de cada região. Em Vilhena, apenas uma estação meteorológica estava em funcionamento, a da REDEMET (Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica), no aeroporto Brigadeiro Camarão. A nova estação do INMET está instalada no Centro da cidade, próxima a rodovia BR-364, o que irá facilitar a comparação de registros com a realidade.

Ainda segundo a coordenação de tecnologia do Instituto, nas próximas semanas, Rondônia ganhará novas estações; Uma em Ji-Paraná; Uma em Machadinho d' Oeste; Uma em Guajará-Mirim e por último, duas em Porto Velho. Atualmente, o Estado dispõe de três estações automáticas, sendo uma em Porto Velho, Zona Sul, uma em Ariquemes e outra em Cacoal.

O aumento de rede de estações coletoras em Rondônia reforça a confiabilidade dos dados coletados oficialmente pelo Instituto.

Dados: INMET
Fonte: De olho no tempo

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto