Porto Velho (RO) domingo, 29 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Temporal causa ventania e blecaute em Ji-Paraná


Pela terceira vez em menos de uma semana, a chuva forte do inicio da estação chuvosa causou estragos em diversas áreas de Ji-Paraná. Algumas obras foram prejudicadas com a chuva e os ventos fortes desta quarta-feira.
Daniel Panobianco – Mais um temporal, o terceiro em quatro dias atingiu grande parte da região central de Rondônia na tarde desta quarta-feira, inclusive em Ji-Paraná. As nuvens cresceram rapidamente com o calor e a umidade do ar fechando o céu rapidamente. Por volta das 14h30min (local), a tempestade já causava muita chuva e rajadas de ventos superiores a 60 km/h na divisa com Ouro Preto d’ Oeste, que também registrou grande volume de chuva em diversos pontos. Entre as 15 e 16 horas, uma grande área de chuva intensa avançou de norte formando um alinhamento bem definido, desde a divisa com o Estado de Mato Grosso até a zona urbana da cidade.
Muitas ruas e avenidas ficaram completamente alagadas, principalmente em bairros com topografia mais baixa como Bela Vista e Primavera. Os constantes alagamentos na Vila Jotão, próximo ao Shopping Cidadão foram inevitáveis. Diversas obras da prefeitura municipal - como o serviço de canalização no Segundo Distrito - foram afetadas pela enxurrada, o que comprometeu algumas escavações realizadas no período da manhã. Por volta das 16h30min, um transformador localizado à Rua Menezes Filho, no Bairro Casa Preta, explodiu causando blecaute em toda a região. Na zona rural e em Presidente Médici, raios interromperam por quase duas horas a transmissão de energia elétrica.
Segundo dados da plataforma do SIVAM, próximo ao aeroporto José Coleto, o volume acumulado de chuva chegou a 46,7 mm.
Em contato realizado com o Corpo de Bombeiros local, apenas pedidos de auxilio e quedas de árvores de grande porte foram solicitados. Uma dessas árvores, entre as Ruas T-15 e Goiânia, próximo ao colégio Aloísio Ferreira, com mais de 4 metros de altura foi arrancada pela raiz com a força das rajadas de ventos que chegaram a 60 km/h.
Outras áreas do Estado também registraram chuva muito forte, sempre acompanhada de intensa atividade elétrica. Em Cacoal, o tempo fechou geral pouco depois das 16 horas com grande aguaceiro na cidade.
Na capital a chuva também caiu, embora com menos intensidade que no interior, mas o suficiente para alagar algumas ruas e avenidas, que ano após ano sofrem com os alagamentos. Isso porque só estamos na primeira semana de chuva. Até o final do inverno amazônico, a população não só de Porto Velho, como em outras tantas cidades do Estado, pode esperar por momentos de desespero e raiva com os alagamentos. CLIQUE E ACOMPANHE A MUDANÇA DO TEMPO COM DANIEL PANOBIANCO.

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre