Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Sipam reúne especialistas para avaliar cheia 2010/2011



Sipam reúne especialistas para avaliar cheia 2010/2011 e gestão nos rios amazônicos transfronteiriços

Às vésperas do início da estação de cheia para os rios de Rondônia, Acre e Mato Grosso, o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) reúne em seu Centro Regional da Porto Velho instituições e pesquisadores envolvidos com o acompanhamento hidrológico em dois eventos sequenciais: a Oficina Pré-cheia 2010/2011 e o Workshop Prosul (projeto Amazon_COOP_H2O).

A Oficina Pré-cheia acontece nesta quarta-feira (17/11), a partir das 8h30, e visa antecipar o prognóstico da estação e debater o impacto que a subida das águas causará à população, viabilizando a adoção de políticas públicas. A oficina acontece na seqüência de uma série de eventos que, desde 2006, discutem cheias e vazantes nos três estados. Além dos especialistas do Sipam, participam do evento representantes das Defesas Civis municipais, estaduais e nacional, Secretarias de Meio Ambiente, Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Agência Nacional de Águas (ANA), Delegacia Fluvial, Universidade Federal de Rondônia (Unir), Energia Sustentável do Brasil (Enersus), Santo Antônio Energia, entre outros.
 

Workshop Prosul

Na seqüência da oficina, a partir das 14h, terá início o Workshop Prosul – "Vulnerabilidade e gestão de bacias hidrográficas transfronteiriças", que reúne pesquisadores e demais interessados no projeto Amazon_COOP_H2O, financiado pelo Programa sul-americano de Apoio às Atividades de Cooperação em Ciência e Tecnologia (PROSUL), do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

Encabeçado pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (COPPE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o projeto visa a cooperação internacional entre os países amazônicos e engloba estudos que avaliam os impactos da ação humana sobre os rios, vulnerabilidade climática e adaptação dos recursos hídricos transfronteiriços da Bacia Amazônica. O foco principal são as bacias da região hidrográfica denominada “MAP”, que abarca os rios Madre de Dios (Peru), Pando (Bolívia), Acre e Madeira (Brasil).

A programação do Workshop se estende até sexta-feira (19/11). Participam do evento pesquisadores da UFRJ, Unir, Universidade Federal do Acre (UFAC), WWF e representantes de órgãos públicos do Brasil, Bolívia e Peru.

Fonte: Vanessa Ibrahim
 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir