Porto Velho (RO) sexta-feira, 10 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Silvernani: Fim da "Máfia do Boi" vai melhorar preço ao produtor


A denúncia da Secretaria do Direito Econômico do Ministério da Justiça contra
frigoríficos que cartelizaram o preço do boi vivo em Rondônia mereceu aplauso
do ex-deputado Silvernani Santos, que concorre novamente a uma vaga na Assembléia
Legislativa pelo Partido da Frente Liberal com o número 25.800. Segundo ele,
há muito tempo o assunto preocupava os pecuaristas do Estado, pois grupos,
como o frigorífico Friboi estabeleceram preços aquém dos investimentos feitos
no setor e causaram prejuízos ao agro-negócio.
 
Produtor rural na região de Jaru, Silvernani sustenta que desde a entrada
do grupo Friboi em Rondônia aconteceram fatos que prejudicam os pecuaristas,
já que os preços estacionaram e não acompanharam os investimentos feitos
no setor. Ele citou que, apesar dos esforços feitos, não foi possível vencer
o controle exercido pelo Friboi. "A prática da cartelização ficou configurada,
conforme ficou clara nas investigações produzidas pela Secretaria do Direito
Econômico do Ministério da Justiça e o que se espera é que haja punição exemplar
para os autores deste golpe", diz Silvernani.

Apesar de ser elogiada no mundo inteiro pela sua qualidade, o preço do boi
em Rondônia vem sendo praticado por esses frigoríficos pelo menos 10 reais
abaixo dos preços praticados no Mato Grosso. ?Essa diferença nunca foi aceita
pelos pecuaristas de Rondônia, mas a classe pouca coisa pode fazer além de
reclamar, tal a organização cartelizada desses frigoríficos em Rondônia?,
disse o candidato, acrescentando que lutar pelo agro-negócio será uma de
suas plataforma de trabalho, caso seja eleito à Assembléia Legislativa.

O ex-deputado comemora o trabalho da Secretaria do Direito Econômico do Ministério
da Justiça, pois vislumbra a chegada de outros frigoríficos para Rondônia,
o que deverá tornar a competitividade mais salutar no setor, com reflexos
positivos também em áreas como de curtume e laticínios.

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto