Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Secretário pede ajuda da população para manter cidade limpa


O titular da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Semusp) Waldison Pinheiro pede a colaboração da população para manter a cidade limpa e ao mesmo tempo lamenta o fato de muitos moradores jogarem lixo nas ruas, atraindo insetos nocivos à saúde pública.
 
O secretário citou o que vem ocorrendo na região do Cai n'Água, bairro Triângulo, onde moradores, proprietários de açougue e de peixarias jogam ossos e restos de peixes sem os devidos cuidados, no contêiner que serve como depósito de lixo para os feirantes que trabalham no Mercado do Peixe.
 
Pinheiro explica que o lixo do contêiner é recolhido diariamente (todas as manhãs), mas caminhões e caminhonetes vindos até de outras regiões da cidade jogam ossos e peixes podres no local. "Esse material deve ser colocado em sacos de lixo devidamente vedados", orienta. Caso alguém tenha dificuldade em conseguir os sacos para depositar o lixo, a Semusp pode fornecer, acrescenta.
 
O secretário disse que é preciso conscientização por parte de toda a comunidade para ajudar a prefeitura a manter a cidade limpa. "São os próprios moradores que sofrem as conseqüências quando lixo é jogado na rua ou depositado na lixeira sem os devidos cuidados", enfatiza Waldison Pinheiro.
 
Ele revela que já conversou com os donos de bancas do Marcado do Peixe e também acionou os fiscais. "Se for o caso, vamos notificar e multar os infratores. Se persistir o problema, poderemos retirar o contêiner do local e implantar um serviço diferenciado para coleta dos resíduos produzidos no mercado".
 
Pinheiro afirma que não há motivo para a população jogar lixo na rua, pois o calendário de coleta elaborado pela prefeitura está sendo cumprido rigorosamente. No bairro Triângulo, por exemplo, o caminhão passa recolhendo o lixo toda terça, quinta-feira e no sábado.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Meio Ambiente

Projeto de conservação florestal melhora a vida de famílias em reserva extrativista de Rondônia

Projeto de conservação florestal melhora a vida de famílias em reserva extrativista de Rondônia

Dona Maria do Socorro é agricultora, mãe e avó, mora na Reserva Extrativista Rio Preto Jacundá há 17 anos e se sustenta da terra plantando abacaxi, ch

Força-tarefa Amazônia fez quatro operações e denunciou 30 pessoas e oito madeireiras por crimes em Rondônia

Força-tarefa Amazônia fez quatro operações e denunciou 30 pessoas e oito madeireiras por crimes em Rondônia

A Força-tarefa Amazônia, do Ministério Público Federal (MPF), articulou, nos últimos seis meses, quatro grandes operações para proteção de terras indí

Ecoponto para uso público

Ecoponto para uso público

O Sebrae em Rondônia aderiu à I Campanha de Coleta do e-lixo da empresa WR Ambiental (lixo eletrônico) e até o final do mês haverá uma brigada de cole

Rondônia - Governo cria lei que institui a política estadual de Educação Ambiental

Rondônia - Governo cria lei que institui a política estadual de Educação Ambiental

O Projeto de Lei Nº 252/2019 de autoria do Governo do Estado de Rondônia que institui a Política Estadual de Educação Ambiental e dá outras provid